Polícia Militar fecha fábrica clandestina de CDs e DVDs em Cuiabá.

DANA CAMPOS

Assessoria/PMMT

A Polícia Militar fechou, na manhã desta quarta-feira (17.08), no bairro Renascer, em Cuiabá, uma fábrica clandestina de CDs e DVDs. No local foi detido o casal Wagner Cardoso Prado, de 32 anos, e Helen Lima dos Anjos, de 33, naturais de Ji-Paraná (RO). A prisão foi resultado do cumprimento de um mandado de busca e apreensão emitido pelo juiz Rondon Bassil Dower Filho, da 5ª Vara Criminal de Cuiabá, a pedido do Serviço de Inteligência do 3º Batalhão de Polícia Militar e do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco).

Cerca de 15 policiais militares participaram do cumprimento do mandado que foi realizado por volta das 7 horas. Ao chegarem ao local, os policiais anunciaram a presença policial, mas foram recebidos a bala. Os disparos, quatro ao todo, foram feitos por Wagner e atingiu o braço de um policial do Serviço de Inteligência, que foi encaminhado ao Hospital e Pronto Socorro de Cuiabá (HMPSC).

Após efetuar os disparos, Wagner acabou se rendendo. No interior da casa, situada na rua Marilândia, os policiais se depararam com uma quantidade grande de maquinários que eram utilizados na produção e reprodução de CDs e DVDs falsificados. “A informação que temos é de que a capacidade de produção era de até 60 mil unidades por dia, o que geraria um lucro estimado de R$ 150 mil, já que esses materiais costumam ser vendidos a R$ 2,50 cada”, explicou o comandante geral da PM, o coronel Osmar Lino Farias.

O comandante enfatizou a ação conjunta entre PM e Gaeco, no combate ao crime organizado. “Inicialmente a informação era de que ali pudesse funcionar como um ponto de distribuição de drogas, em razão da movimentação de pessoas. Por isso foi feito o levantamento de informações que resultou no pedido e cumprimento do mandado de busca e apreensão. Só não imaginávamos a proporção do negócio existente no local”, salientou Farias.

No local foram apreendidos uma pistola 380 e 11 cápsulas, sendo quatro deflagradas; dois aparelhos celulares; R$ 12.450 mil, em cheque e dinheiro; um Ford Ka; 61 rolos de bobina de plástico; oito CPUs com drives de gravador de CD e DVD; três impressoras;, seis litros de tinta para impressora; uma televisão LCD de 42 polegadas; um aparelho DVD; uma guilhotina facão e dois CPUs com monitor.

Wagner e a esposa foram conduzidos até o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc) do bairro Planalto. Ele deverá responder por tentativa de homicídio, porte ilegal de armas e violação de direitos autorais e Helen por co-participação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s