Rebelião silenciosa pode culminar em greve na Brigada Militar.


Três trechos rodoviários já foram bloqueados com pneus em chamas
Exatamente no mês em que é comemorado o cinquentenário da Campanha da Legalidade – quando a Brigada Militar pegou em armas para defender o governo do Estado da ameaça de um ataque militar das forças federais – a realidade do Estado é completamente distinta. Nesta terça, praças da corporação, descontentes com os baixos salários, ameaçam inclusive paralisar as atividades. Protestos eclodem pelo Interior e podem aumentar nos próximos dias.

A possibilidade de greve, envolvendo os servidores de nível médio da BM – de soldados e tenentes -, não é descartada. “Há uma rebelião silenciosa nos quartéis, e não vamos recuar”, advertiu um dos líderes das mobilizações, que pediu para não ser identificado.
Segundo ele, a queima de pneus, aos moldes do que ocorreu na madrugada dessa segunda-feira na BR 285, em Passo Fundo, é apenas o começo de um movimento bem maior. O servidor lembrou que três trechos rodoviários já foram bloqueados com pneus em chamas desde o dia 4.
O mesmo receio tem o presidente da Associação dos Sargentos, Subtenentes e Tenentes da BM (ASSTBM), Aparício Santellano. “Os brigadianos estão cansados de ser enganados pelo governo do Estado.” Santellano lembra que durante a campanha eleitoral, Tarso Genro prometeu que até o final do mandato, em 2014, um soldado teria rendimento de R$ 3,2 mil. Já o presidente da Associação Beneficente Antônio Mendes Filhos dos Servidores de Nível Médio da BM (Abamf-BM), Leonel Lucas, observa que caberá ao governador decidir se deseja ou não enfrentar uma greve. Conforme ele, a queima de pneus integra o calendário de mobilizações do movimento “Fecha Rio Grande”. Nos próximos dias, uma assembleia definirá o futuro das ações.
http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=329946BR 116 é

BR 116 é interrompida por nova barreira de pneus


Série de protestos desse tipo ocorre desde o início do mês no Estado

km 347 da BR 116 foi bloqueado por uma barricada de pneus com fogo, por volta das 2h desta terça-feira, em Camaquã. Não havia manifestantes no local, mas placas foram deixadas com frases pedindo aumento salarial para os policiais militares. A equipe de ronda da concessionária Univias/Metrovias removeu o material da pista e liberou o local.

Uma série de protestos com interrupções de estradas ocorrem desde o início do mês. Nessa segunda-feira, uma barreira de fogo interrompeu o tráfego de veículos no km 295,6 da BR 285, em Passo Fundo, na região Norte do Estado. Por volta das 4h30min, os usuários da rodovia foram surpreendidos com cerca de 30 pneus incendiados, que bloquearam totalmente aquele trecho. Faixas com frases sobre a insatisfação dos policiais militares com os salários foram deixadas na estrada.

http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=329969

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s