PM abre procedimento para apurar participação de soldado com tráfico.

O comandante regional da Polícia Militar na Região Sul, coronel Valdivino Pimentel, determinou a instauração de procedimento administrativo para apurar a participação do soldado Anderson Alves de Souza, 26 anos, em um esquema de tráfico de drogas dentro da Penitenciária da Mata Grande, em Rondonópolis, desencadeada pela Polícia Federal através da Operação Raiz.

O policial, que estava na corporação desde 2003, foi encaminhado ao Presídio Militar em Santo Antônio de Leverger. Ele corre o risco de ser expulso das fileiras da PM. “Já tínhamos uma preocupação com a conduta dele e a PM se preocupa muito com a questão das drogas”.

A entrada de drogas e de até um notebook para os presos, ‘encomenda’ esta que  passou pelo corpo de guardas da unidade, segundo o coronel, foi uma conduta muito grave, pois houve consentimento de policiais. “A PM não tem acesso a parte interna do presídio. Se alguma coisa entrou, passou pela PM durante a revista”.

No procedimento administrativo, o coronel Valdivino Pimentel quer saber se há participação de outros dos 56 policiais militares integrantes do corpo de guardas da Penitenciária da Mata Grande no esquema de entrada de drogas na unidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s