Policiais vão responder por formação de quadrilha, tráfico, porte ilegal de arma e receptação.

Policiais vão responder por formação de quadrilha, tráfico, porte ilegal de arma e receptação

O policial civil Denival Jorge de Souza, 61 anos, e os policiais militares Renato Ferreira de Queiroz e Noedyl de Arruda, do 4º Batalhão da Polícia Militar, foram autuados em flagrante pelo delegado Algacir Brisola, pelos crimes de e formação de quadrilha, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e munições e ainda por receptação. Além dos policiais da ativa, um ex-policial Leandro Reis de Oliveira e ainda o autônomo Joeder da Silva, foram presos com um caminhão repleto de produtos eletrônicos furtados de um hotel da cidade de Várzea Grande.

As cinco  prisões foram realizadas na madrugada de hoje (24) na estrada da Guarita, em Várzea Grande, após uma denúncia pela equipe da Ronda Ostensiva Tático Metropolitana (Rotam). Eles foram abordados no momento em que conduziam um caminhão carregado de produtos eletrônicos sem comprovação fiscal. Uma viatura da Polícia Civil descaracterizada, que era usada pelo investigador, para dar cobertura ao caminhão foi apreendida. Na abordagem também foram apreendidas várias munições 9 milímetros, armas de fogo e drogas. Entorpecente também foi apreendido escondido em uma caixa no banco traseiro da viatura da Polícia Civil.

As imagens do circuito de segurança de empresas próximas ao hotel comprovaram que o mesmo caminhão baú apreendido durante a ação policial realizada durante a madrugada foi empregado para a prática do furto. A informação é de funcionário do Hotel que acompanhou todo processo de apreensão na Delegacia de Várzea Grande.

Assim que foram detidos, os policiais alegaram que estava se dirigindo para a delegacia da cidade para o registro da ocorrência policial de apreensão. Questionados sobre a comunicação a um oficial superior ou delegado, os policiais afirmaram que nenhum ‘superior’ havia sido informado quanto à apreensão.
O delegado da Corregedoria, Luiz Henrique de Oliveira, acompanha os autos da prisão em flagrante, e conduzirá o processo disciplinar administrativo que será instaurado pela Corregedoria da Polícia Judiciária Civil.

Dezenas de aparelhos de televisão, frigobares, liquidificadores, aparelho de micro-ondas estão entre os materiais apreendidos.

A assessoria da Polícia Civil informou que o delegado da  Corregedoria, Luiz Henrique de Oliveira, acompanhou os autos da prisão em flagrante, e conduzirá o processo disciplinar administrativo que será instaurado pela Corregedoria da Polícia Judiciária Civil.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s